Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Rodrigues

Bilhete Postal

O garrote dos combustíveis começa a asfixiar-nos a todos.

Carlos Rodrigues(carlosrodrigues@cmjornal.pt) 15 de Julho de 2021 às 00:32
Sempre foi, para mim, uma enorme perplexidade, quer como cidadão, quer como jornalista, a rapidez com que os preços dos combustíveis sobem quando o petróleo fica mais caro, e a lentidão com que descem quando a matéria-prima fica mais barata.

O estudo sobre como se forma o preço da gasolina e do gasóleo, feito pela Entidade para o Setor Energético, que hoje noticiamos, desfaz alguns mitos, e é um forte contributo para a clarificação do problema.

Matéria-prima cara, sim senhor. Fiscalidade das mais altas da Europa, sem dúvida. Mas também há um problema com as margens das petrolíferas, que estão em níveis recorde.

A intenção do Governo de atuar nesta matéria é, por isso, de aplaudir, e deve concretizar-se com urgência.

O garrote dos combustíveis começa a asfixiar-nos a todos.
economia negócios e finanças energia
Ver comentários