Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
6
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Rodrigues

Bilhete Postal

Subitamente, tudo indica que o ciclo político vai acelerar.

Carlos Rodrigues(carlosrodrigues@cmjornal.pt) 29 de Setembro de 2021 às 00:32
Talvez para provar que é o responsável do PS mais preocupado com o futuro, ou porque é quem tem um instinto político mais afinado, Pedro Nuno Santos foi o primeiro governante a atirar-se a sério ao vencedor das autárquicas.

Diz o ministro e pretendente a sucessor de António Costa que Lisboa vai ter um autarca que defende os carros e um presidente de Câmara que vai pôr em causa a habitação a preços controlados, argumentos que curiosamente ficaram de fora da campanha. Diz, enfim, Pedro Nuno Santos que está muito preocupado, porque o seu filho vive na capital.

E assim ficamos todos a saber o que aí vem. Se a oposição tem um novo cabeça de cartaz, mesmo que seja para o futuro, como se apressou a analisar o Presidente Marcelo, eis que Pedro Nuno Santos não perde tempo a marcar terreno.

Subitamente, tudo indica que o ciclo político vai acelerar.
Pedro Nuno Santos PS António Costa eleições política governo oposição
Ver comentários