Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Rodrigues

Bilhete Postal

Há poucas dúvidas de que não haverá 5G em Portugal antes de 2023 ou mesmo 2024.

Carlos Rodrigues(carlosrodrigues@cmjornal.pt) 21 de Outubro de 2021 às 00:30
O debate parlamentar de ontem teve a virtude de chamar a tenção para o que se está a passar no concurso para o 5G. Não é muito fácil de explicar, é ainda mais difícil de entender. E somos todos nós, portugueses, que ficamos a perder.

Desde logo, o concurso definido pela entidade reguladora está a ficar interminável. Além disso, a verba exigida às operadoras é elevada, e o resultado mais provável é que o investimento, depois dos leilões, venha a ser muito reduzido. Finalmente, o imbróglio jurídico é tão intrincado que o mais certo é acabar tudo em tribunal.

Dizem as vozes conhecedoras do processo e do contexto de investimento que, neste momento, há poucas dúvidas de que não haverá 5G em Portugal antes de 2023 ou mesmo 2024. Ora, a generalidade dos países europeus já está com o 5G ativo.

Quem ganha com a perpetuação deste atraso?
Postal 5G economia negócios e finanças
Ver comentários