Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Carlos Rodrigues

Bilhete Postal

Passos disse ontem que também "anda por aí".

Carlos Rodrigues(carlosrodrigues@cmjornal.pt) 15 de Agosto de 2022 às 00:33
O regresso de Passos Coelho ao Pontal é um acontecimento de elevada relevância política. Em primeiro lugar, reforça a ideia de que Montenegro está a conseguir refazer a unidade do partido.

Só com a casa arrumada o PSD poderá aspirar a ser escolhido novamente pelos portugueses. Em segundo lugar, a presença de Passos significa que o PSD perdeu definitivamente a vergonha da sua última governação, sentimento que foi muito marcado no tempo de Rui Rio, líder que parecia ter tanta determinação a enterrar a memória desses tempos como o próprio PS.

Finalmente, o barómetro da Intercampus diz que o PSD só tem dois nomes para evitar que Gouveia e Melo chegue a Presidente da República: Marques Mendes e Passos Coelho. Passos disse ontem que também "anda por aí".
PSD Passos Coelho Pontal Montenegro política partidos e movimentos
Ver comentários