Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
3
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

António Magalhães

Sem tempo para “perdoar”

Peseiro teve reduzida margem de tolerância em Alvalade.

António Magalhães 3 de Novembro de 2018 às 00:30
Coube a Sousa Cintra tomar a decisão num momento de caos absoluto e José Peseiro regressou a Alvalade 14 anos depois de uma passagem marcada pelo bom futebol e pela frustração de tudo perder na reta da meta. O balanço desse ciclo nunca foi consensual entre os sportinguistas, sobrepondo-se o rótulo do "treinador do quase" pouco favorável à sua imagem.



António Magalhães Opinião
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas