Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

António Sousa Homem

As árvores do meu pai

Regressava pacificado, cansado – e cheio de apetite.

António Sousa Homem 28 de Agosto de 2022 às 00:30
Ocorria muito raramente mas, uma vez por outra, calhava que o velho Doutor Homem, meu pai, tivesse "saudades de árvores", exactamente da mesma forma que, no pico do Outono, lhe ocorria ter indícios de gripe.

Esta sensação era mais ou menos próxima do absurdo porque árvores não lhe faltavam; a dois passos de casa tinha um jardim com árvores vetustas e românticas, contemporâneas dos maus versos de Júlio Dinis e da infância de Ramalho Ortigão;



Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas