Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
6
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

António Sousa Homem

O elogio das coisas de antanho

O género humano precisa de alguma tranquilidade.

António Sousa Homem 3 de Julho de 2022 às 00:30
Anton Tchekhov, um dos russos das estantes deste eremitério de Moledo, dizia que a indiferença era uma paralisia da alma e uma espécie de morte antecipada. A literatura russa nunca foi muito popular nestas paragens, salvo quando o Dr. Paulo, na altura da sua intimidade com a minha sobrinha Maria Luísa, comparecia em Moledo munido dos dois volumes da ‘Guerra e Paz’, de que apenas leu o primeiro.



Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
C-Studio