Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Armando Esteves Pereira

O poder sem rosto

Um dos perigos que enfrentamos é o facto de cada vez mais poder depender de entidades não escrutinadas diretamente pelos cidadãos.

Armando Esteves Pereira(armandoestevespereira@cmjornal.pt) 25 de Janeiro de 2016 às 00:31
A escolha democrática é sempre a melhor. Um dos perigos que enfrentamos é precisamente o facto de cada vez mais poder depender de entidades não escrutinadas diretamente pelos cidadãos.

A Comissão Europeia e o Banco Central Europeu, sob um manto tecnocrático, têm hoje influência mais relevante na nossa vida do que as instituições democráticas nacionais.

Veja-se o episódio do Banif, que custa mil euros a cada família e levará centenas de quadros do banco alienado a perder o emprego. Bruxelas forçou a venda com prejuízo astronómico. Escolheu o comprador, recusando outras propostas. E os políticos em quem votamos aceitaram resignados.
Comissão Europeia Banco Central Europeu Banif Bruxelas
Ver comentários