Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Cristiano Santos

Ainda dois meses

Inesperada crise política desencadeada pela não aprovação do OE de 2022 irá agravar ainda mais as dificuldades sentidas pelo organismo.

Cristiano Santos 8 de Novembro de 2021 às 00:30
A inesperada crise política desencadeada pela não aprovação do OE de 2022, o qual segundo o Inspetor-Geral da ASAE Pedro Gaspar previa um reforço de 11% face a 2021 – o orçamento mais baixo de sempre com 18,48 milhões –, irá agravar ainda mais as dificuldades sentidas pelo organismo.

Com o aproximar do final de funções do atual governo, num organismo que precisa de reforço e renovação nos mais diversos aspetos, só vem para adiar a inevitável aposta que tem de ser feita no organismo.



Ver comentários