Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Cristiano Santos

Pura demagogia

Na ASAE vivemos tempos a roçar a indignidade.

Cristiano Santos 29 de Março de 2021 às 00:30

São recorrentes os elogios rasgados por parte do Governo ao desempenho da ASAE, ao papel importante que desempenha na segurança alimentar, na leal concorrência entre operadores económicos e na vigilância e controlo, a diversos níveis, e do cumprimento de normativos legais relacionados com a pandemia.

Os resultados operacionais da ASAE, de 2020, aos olhos de quem vê o organismo de fora, revelam um desempenho eficiente, bem gerido e supostamente com os recursos necessários. Contudo, esses mesmos resultados, quando verdadeiramente analisados, revelam um organismo à beira do abismo. As competências são cada vez em maior número, os recursos humanos além de envelhecidos são cada vez menores face às exigências, e quanto a meios informáticos, parque automóvel e infraestruturas vivemos tempos a roçar a indignidade. O que os resultados nos revelam é uma política há muito instituída, de muita quantidade sem qualquer preocupação com a qualidade dos resultados obtidos e em prejuízo da garantia da defesa dos consumidores.

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Ver comentários