Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

D. Américo Aguiar

René e Rayan – Fraternidade Humana

Confiemos nos mais novos, os jovens que vão encher as ruas da nossa cidade de Lisboa.

D. Américo Aguiar 11 de Fevereiro de 2022 às 00:30
Nestes dias, René Robert, de 86 anos, foi a prova da “globalização da indiferença”, numa geografia especialmente simbólica. Tudo aconteceu em Paris, capital e berço da revolução que prometeu Liberdade, Igualdade e Fraternidade para todos. René Robert, morreu de frio, numa noite de inverno, caído ou sentado no chão, aparentemente distante de tantos que com ele se cruzaram na mesma rua.



René Robert Fraternidade Humana Rayan Liberdade Paris Igualdade Lisboa questões sociais interesse humano
Ver comentários