Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Diana Ramos

Andar sobre gelo fino

Portugal não escapa ileso a atraso europeu na vacinação.

Diana Ramos 2 de Abril de 2021 às 00:32
A Europa falhou todas as metas de vacinação que tinha fixado para o primeiro trimestre deste ano. Nem 80% da população com mais de 80 anos está vacinada, nem 80% dos profissionais de saúde. Os números mais recentes do Centro Europeu de Controlo das Doenças apontam para que só 27% da população mais idosa tenha recebido as duas doses de vacina e só metade do pessoal de saúde. E Portugal não escapa ileso neste desaire. A aposta é que o segundo trimestre possa permitir acelerar o processo rumo à imunização, mas não há milagres.

O indicador do Banco de Portugal que mede a atividade económica diária reflete já o impacto do desconfinamento na economia, mas é ainda sobretudo o espelho de um março de 2020 aterrado com a pandemia. Com um setor como o do turismo altamente fustigado pela crise, é inevitável que os próximos meses comecem a tornar mais clara a destruição de emprego. Por isso, é necessário um plano de revalorização das profissões mais expostas à crise. Sob pena de a fatura acabar a ser paga apenas por alguns. E a fragmentação social pode tornar-se pólvora para um Governo minoritário sujeito à alteração dos humores parlamentares.
Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Ver comentários