Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Eduardo Dâmaso

Sem-abrigo despejado

Sem-abrigo pode vir a ser despejado pelo tribunal.

Eduardo Dâmaso(eduardodamaso@sabado.cofina.pt) 18 de Janeiro de 2016 às 00:30
Um sem-abrigo que vive debaixo de uma ponte em Viana do Castelo foi convidado pela GNR a sair do local sob pena de vir a ser despejado pelo tribunal.

A diligência da GNR foi feita a pedido de um zeloso funcionário da empresa Infraestruturas de Portugal, certamente incomodado com o mau aspeto da coisa.

Meteu assim em ação a máquina repressiva do Estado para despachar o sem-abrigo. O mesmo Estado que gasta 74 mil euros em metade de um faqueiro de pratas para os banquetes dos senhores diplomatas é incapaz de destacar um funcionário do apoio social para tratar de alojar o sem-abrigo. E temos um governo de esquerda. Se fosse outro...

Clique para aceder ao texto que deu origem a esta opinião: Sem-abrigo despejado de barraca
Eduardo Dâmaso opinião
Ver comentários