Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Fernanda Cachão

Lembrem-se da Sardinha

Os flancos prateados das sardinhas são espelhos perfeitos.

Fernanda Cachão 12 de Julho de 2021 às 00:30
Agora que vamos para agosto, e já tivemos sardinhas assadas, chegou-nos à mão um livro de um senhor chamado Bill François, um francês apaixonado pelos oceanos.

Em ‘A Eloquência da Sardinha’ (isso mesmo, uma edição de Quetzal) ficamos a saber, por exemplo, que os flancos prateados das ditas são espelhos perfeitos e que comparativamente ao tamanho de uma sardinha, a densidade de um cardume é quatro vezes maior à da dos humanos numa carruagem de metro à hora de ponta, mas que elas, ao contrário de nós, formam uma unidade perfeita, que progride sem o mínimo distúrbio - coesão que nem família ou grupo de amigos consegue manter.



Bill François Sardinha
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
C-Studio