Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Fernanda Cachão

O alçapão de Marcelo

Lembram-se do "é proibido mas pode-se fazer"?

Fernanda Cachão 12 de Janeiro de 2016 às 00:30
Lembram-se do "é proibido mas pode-se fazer"? Ricardo Araújo Pereira versão Marcelo Rebelo de Sousa parodiava, num sketch do tempo dos ‘Gato Fedorento’, o estilo ‘uma-no-cravo-e-outra-na-ferradura’ do agora candidato a Belém, na altura a propósito da despenalização do aborto em Portugal.

Não queremos bater mais no ceguinho, pois já há outros nove a malhar, mas na Guarda, numa rua com o nome de Salgado Zenha, o ex-líder do PSD em modo candidato a Belém lembrou Freitas do Amaral em 1986, ano em que o ex-líder do CDS perdeu para Soares nas presidenciais mais participadas de sempre - marca que dificilmente será agora superada -, para informar o País que é o candidato que vem "da esquerda da direita". Temos a direita e depois, contido nesta, o bocadinho do lado esquerdo que cabe a Marcelo?...

Presumindo que Marcelo Rebelo de Sousa se esteja antes a referir ao enorme centro que já decidiu eleições em Portugal, mas que a crise, a troika, as últimas legislativas e Costa fizeram minguar, apostamos que o candidato "da esquerda da direita" está antes a pôr o pé sobre o alçapão que o pode levar diretamente à segunda volta.
Ver comentários