Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Francisco José Viegas

Blog

Somos bons é a organizar concertos de solidariedade, onde todos são bons e se sentem reconfortados.

Francisco José Viegas 29 de Junho de 2017 às 00:30
Há um método seguro para estes casos: inunda-se o espaço público de relatórios e pareceres contraditórios, valorizando pormenores sem importância - até que, com inteira razão, mais ninguém aguente o assunto e queira esquecê-lo.

É o que está a acontecer com a tragédia de Pedrógão Grande. Bem fizeram os partidos de extrema-esquerda, que desapareceram dos radares, reservando-se para o seu mercado e os prémios e vantagens que negociaram.

Ontem, por exemplo, o SIRESP absolveu-se a si mesmo - uma jogada de grande descaramento e argúcia, instalando a dúvida. A Proteção Civil fará o mesmo, tal como o 112 e os que viram chamas antes da hora decidida pelas autoridades.

O Presidente da República condecora-os mal o pacote legislativo fique pronto. Somos bons é a organizar concertos de solidariedade, onde todos são bons e se sentem reconfortados.

Maquiavel, que se recomenda sempre (não há ninguém tão atual), dizia que era perigoso querer libertar um povo que deseja manter-se na escravidão. Realmente, quem quer saber a verdade num mundo em que as pessoas preferem ser enganadas?
Grande Pedrógão Presidente da República Proteção Civil SIRESP Maquiavel política
Ver comentários