Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Francisco José Viegas

Blog

Há tempos apareceu um grafito nas paredes de Lisboa: "Camões, o totó do imperialismo colonial esclavagista."

Francisco José Viegas 10 de Junho de 2020 às 00:30
Há tempos apareceu um grafito nas paredes de Lisboa: "Camões, o totó do imperialismo colonial esclavagista." De seguida, houve um protesto contra a estátua do pobre Padre António Vieira, que o inefável Mamadou Ba classificou como um "esclavagista seletivo", e depois a obra de Fernão Mendes Pinto foi retratada como "propaganda do imperialismo".

Recentemente a campanha atingiu Fernando Pessoa, que expendeu opiniões racistas, tal como suponho que aconteceu com Eça e muitos escritores anteriores ao século XX. Os debates em redor das figuras da nossa cultura são úteis e ninguém é inquestionável.

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
CM+
O Correio da Manhã para quem quer MAIS conteúdos e vantagens
Assine já 1 mês/1€
  • Todo o conteúdo exclusivo sem limites nem restrições.
  • Acesso a qualquer hora no site ou nas apps.
  • Acesso à versão do epaper na noite anterior.
  • Clube CM+ com vantagens e ofertas só para assinantes