Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Francisco José Viegas

Blog

Conheci Helena Marques (1935-2020) numa livraria de Lisboa em 1992.

Francisco José Viegas 21 de Outubro de 2020 às 00:30

Conheci Helena Marques (1935-2020) numa livraria de Lisboa em 1992. Na verdade, marcámos encontro entre as estantes da velha Buchholz porque, na altura, eu organizava o Prémio Ler/Círculo de Leitores, destinado a romances inéditos e apresentados com pseudónimo – que ela acabava de ganhar com ‘O Último Cais’, um romance de iniciação, cheio de nostalgias, geografias, mar e boa-fé. Foi a primeira vez que um romance inédito ganhou, depois do Prémio Ler, os prémios APE, o Máxima e o da Casa da Imprensa.

Depois de ‘O Último Cais’ seguiram-se mais três romances e duas recolhas de contos, mas Helena foi, como escritora, uma pessoa discreta, melancólica e delicada. Como suponho que era na vida. Eu prezava-a muito. Calhou, depois, eu trabalhar com o seu filho Francisco – meu bom amigo – e admirar o seu marido Rui, jornalista como ela (no DN, nomeadamente). Publicando o primeiro romance aos 57 anos, não tinha os ‘tiques literários’ da sua geração, nem os seus vícios extremos. Uma estranha bondade misturada com inocência – é disso que me lembro, agora que partiu aos 85 anos.

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
CM+
O Correio da Manhã para quem quer MAIS conteúdos e vantagens
Assine já 1 mês/1€
  • Todo o conteúdo exclusivo sem limites nem restrições.
  • Acesso a qualquer hora no site ou nas apps.
  • Acesso à versão do epaper na noite anterior.
  • Clube CM+ com vantagens e ofertas só para assinantes