Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
8
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Francisco José Viegas

Blog

Como poucos, soube ultrapassar a condição das suas histórias e colocar-se a um nível de pura poesia.

Francisco José Viegas 19 de Outubro de 2021 às 00:30
Continuo a irritar-me de cada vez que, a propósito de ‘Silverview’, o romance que deixou para ser publicado depois da morte (e que acaba de ser lançado pela Dom Quixote), se limita John Le Carré à "literatura de espionagem".

Desde o seu primeiro livro, ‘Chamada para o Morto’, de 1961 (e também o primeiro onde aparece a sua personagem George Smiley), até ‘Um Legado de Espiões’ e ‘Agente em Campo’, de 2017 e 2019, que a espionagem é o cenário, o motivo e a encruzilhada dos seus livros – ultrapassando as contingências do género e relegando todos os seus rivais e imitadores para posições para lá de secundárias.



Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
CM+
O Correio da Manhã para quem quer MAIS conteúdos e vantagens
Assine já 1 mês/1€
  • Todo o conteúdo exclusivo sem limites nem restrições.
  • Acesso a qualquer hora no site ou nas apps.
  • Acesso à versão do epaper na noite anterior.
  • Clube CM+ com vantagens e ofertas só para assinantes