Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Gonçalo Leite Velho

Surto

Implementar verdadeiras medidas de contenção.

Gonçalo Leite Velho 7 de Setembro de 2020 às 00:30
A evolução da pandemia permite verificar padrões de contágio e há uma palavra em destaque: surto. Estes focos de infeção surgem sobretudo associados a concentrações de pessoas, num mesmo espaço fechado, por um período prolongado de tempo. E são o principal motivo pelo número elevado de contagiados. É algo tão ou mais importante quando vamos iniciar um novo ano letivo. Na Europa, vemos implementar o funcionamento em bolhas.

Em conjunto com a redução do número de alunos por turma, podemos ter escolas a funcionar presencialmente, com menor disrupção e diminuindo a dimensão dos possíveis surtos. Em Portugal, alguns virologistas parecem mais fascinados com as câmaras e o alarme social, do que verdadeiramente concentrados em conhecer a realidade das cadeias de contágio. No confinamento, o ridículo chegou na figura de palitos para carregar no botão do elevador. Numa segunda fase passámos para o higienismo do fumo do cigarro.

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Europa saúde economia negócios e finanças doenças epidemias e pragas economia (geral) bens de consumo
Ver comentários