Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Joana Amaral Dias

Mal passado

Centra-se num casal de meia idade, de boa figura, ambos de olhos e pele clara, com dois filhos que não parecem ser seus descendentes

Joana Amaral Dias 21 de Junho de 2018 às 11:49
Logo no início, há algo de estranho no último filme de Ari Aster. Centra-se num casal de meia idade, de boa figura, ambos de olhos e pele clara, com dois filhos que não parecem ser seus descendentes: um rapaz que podia ser asiático, uma filha com uma aparência diferente e uma limitação cognitiva. Ou seja, o começo desta longa metragem chamada ‘Hereditário’ sublinha que é mais fácil escapar aos genes do que à família.



Ari Aster ADN Milly Shapiro Hereditário Toni Collette
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas