Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
2
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
22 de Setembro de 2018 às 00:30
Uma mulher desmaiada foi violada por dois homens. Ficou tudo provado em tribunal, mas os juízes optaram por pena suspensa e consideraram que "a ilicitude não é elevada. Não há danos físicos nem violência". O quê?! Como é que isto é possível num país europeu do século XXI?

Bom, o acórdão da Relação do Porto assinado por Maria Dolores Sousa e Manuel Soares dá como provado que em novembro de 2016 uma mulher perdeu a consciência na casa de banho de uma discoteca por excesso de álcool e o barman, "verificando a sua incapacidade de reger a sua vontade", estuprou-a.



Relação do Porto Maria Dolores Sousa Justiça Manuel Soares porteiro
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas