Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

José Carlos Martins

Votar

É muito importante participar no próximo ato eleitoral.

José Carlos Martins 1 de Outubro de 2015 às 00:30
O Ministério da Saúde, finalmente e em vésperas de eleições, reparou uma injustiça salarial relativa a cerca de 11 000 enfermeiros.

Contudo, a solução parcial deste problema é uma gota de água no oceano de problemas com que os enfermeiros estão confrontados e que este governo aprofundou.

Aumentou o horário de trabalho e diminuiu o rendimento líquido mensal de todos os enfermeiros através da manutenção dos cortes na remuneração base e nas horas "penosas" (tardes, noites e fins de semana) e do aumento de impostos. Manteve o congelamento das progressões e promoções nas carreiras profissionais e degradou as condições de trabalho.

Apelando à leitura dos programas eleitorais de todos os partidos e à memória do rol de promessas e mentiras de partidos que têm "ocupado" sucessivos Governos, é muito importante participar no próximo ato eleitoral.

Que enfermeiros estarão satisfeitos com as políticas laborais, de saúde e de enfermagem do atual Governo?
Ministério da Saúde enfermeiros condições de trabalho Saúde eleições legislativas
Ver comentários