Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

José Jorge Letria

Marilyn não foi feliz

Gladys Pearl, a mãe da atriz, conseguiu viver mais 20 anos do que ela.

José Jorge Letria 2 de Outubro de 2022 às 00:30
Morreu sozinha com apenas 36 anos na noite de 4 de Agosto de 1962, em Los Angeles, sem ter conseguido constituir família e pensando sempre na tragédia afectiva que foi a sua vida. É um dos rostos icónicos da nossa contemporaneidade, a par dos de Che Guevara e de Charlie Chaplin. Pensando neles reencontramos as grandes emoções, afectos e tragédias que pontuaram o século XX.



Marilyn Charlie Chaplin Los Angeles Che Guevara Gémeos questões sociais morte artes cultura e entretenimento
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas