Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Leonardo Ralha

Detrás da porta aberta

Há milhões de casas no mundo à espera de alguém que lhes devolva vida.

Leonardo Ralha 18 de Setembro de 2016 às 01:45
Chega-se perto da casa a que não vamos há muitos anos, pois ficámos sem a chave, e a porta da frente está aberta. Não porque alguém esteja à espera, mas sim porque alguém assim a deixou. Talvez depois de ter arrombado a outra porta.

Poderia ser metáfora ou sonho, mas é a realidade. Por detrás da porta aberta está a casa a que não vamos há muitos anos, inabitável por lá termos sido felizes, como escreveu Cesare Pavese, e por lá terem ocorrido infelicidades que levaram a que ninguém esteja à espera e alguém tenha alterado a fechadura da porta que ficou aberta e da porta arrombada.

Por detrás da porta aberta está uma casa sem gente e com o recheio reduzido a fragmentos. Rodeada do terreno de que a Natureza tomou conta, permanece quase inalterada, apesar das portas abertas, qual cápsula do tempo do que ali se viveu.

Como esta casa há milhares em Portugal e milhões no Mundo. Abandonadas e à espera de que alguém entre pela porta com o intento de lhes devolver vida.
Cesare Pavese Portugal casas habitações
Ver comentários