Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
6
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Leonardo Ralha

Sr. Vitorino Silva vai a Belém

Vitorino foi a versão moderna do Mr. Smith de James Stewart em 'Peço a Palavra'.

Leonardo Ralha 25 de Janeiro de 2016 às 00:30
Muitos foram os que reagiram com snobismo e condescendência a Vitorino Silva, mas ‘Tino de Rans’ provou ao longo da campanha que muita água passou debaixo da ponte desde que se tornou conhecido.

De nada valeu dizer e pensar que Vitorino Silva não podia ser Chefe de Estado, por falta de cultura (tal como muitos dos oriundos das juventudes partidárias) e de estudos, embora não conste que tenha recebido diploma de calceteiro ao domingo: mais de 150 mil portugueses puseram uma cruz junto ao seu nome. Sendo votos de protesto, destinaram-se a alguém em quem pressentiram decência e valores.

Na prática, Vitorino foi a versão moderna do Mr. Smith de James Stewart em ‘Peço a Palavra’, o filme de Frank Capra sobre um homem simples que se torna senador em Washington.
Vitorino Silva Tino de Rans Mr. Smith James Stewart Frank Capra eleições presidenciais
Ver comentários