Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
3
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Luciano Amaral

O faroeste português

A morte de Homeniuk foi o revelador de uma realidade a que poucos têm ligado.

Luciano Amaral 14 de Dezembro de 2020 às 00:30
Entristece a tendência portuguesa para se discutirem assuntos sérios pelos códigos da chicana política. É o caso da morte de Ihor Homeniuk no aeroporto de Lisboa, que tem servido sobretudo para pedir demissões a eito. Claro que o caso é suficientemente grave para que se possa aí chegar. Mas não é o essencial: demitir Cristina Gatões e Eduardo Cabrita não faz desaparecer o problema do tratamento dos imigrantes ilegais nas nossas fronteiras.



Eduardo Cabrita Lisboa Ihor Homeniuk Cristina Gatões EECIT Homeniuk questões sociais demografia emigrantes
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas