Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Luís Menezes Leitão

Violência doméstica

Enquanto a justiça não for prioritária, continuará a ser um flagelo.

Luís Menezes Leitão 13 de Abril de 2022 às 00:30
Diversas notícias dão conta da multiplicação de crimes associados à violência doméstica, em muitos casos com vítimas mortais. Grande parte da população prisional é hoje composta por reclusos condenados por estes crimes. Em muitos casos, no entanto, tem-se verificado uma certa complacência dos tribunais em relação à violência doméstica, que a sociedade tem tido dificuldade em compreender.



crime lei e justiça questões sociais crime maus-tratos política família direitos humanos
Ver comentários
}