Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Manuel Queiroz

As seis semanas finais

Rúben Amorim mudou a sorte do Sporting e fez evoluir a equipa para um jogo mais atacante, sem perder a eficácia defensiva.

Manuel Queiroz 6 de Abril de 2022 às 00:30
Há um velho debate entre “jogadoristas” e “treinadoristas”, entre os que acham que os jogadores são tudo e os treinadores quase nada, e os defensores do contrário. No Sporting hoje só há “treinadoristas” e com boa razão, porque foi o treinador Rúben Amorim que mudou a sorte do clube. E que fez evoluir a equipa para um jogo mais atacante, menos de espera e mais de ação.



Sporting Rúben Amorim Paços Ferreira FC Porto desporto futebol
Ver comentários
C-Studio