Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
7
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Manuel Queiroz

Os cinco ases

Ter um dos melhores do mundo na equipa nunca é um problema.

Manuel Queiroz 15 de Junho de 2021 às 00:30
Este é um Euro diferente para Cristiano Ronaldo – e saúde-se desde já que tenha comparecido ontem perante os meios de comunicação, como é bom que aconteça com um capitão de equipa (e infelizmente não aconteceu muito nas últimas fases finais).

CR7 fez, aos 36 anos, nesta temporada 44 jogos, 36 golos, 4 assistências, 3751 minutos, números de grande jogador num enorme clube. E ter um dos melhores do Mundo na equipa nunca é um problema. Posso estar enganado, mas vai ser Diogo Jota o seu companheiro mais próximo e nos jogos em que os vimos não pareceu haver uma grande cumplicidade – Jota nunca pede licença para tentar o golo. E Bruno Fernandes também precisa do seu espaço. Na seleção houve, a certa altura, um culto da personalidade que correspondeu a alguns dos piores resultados (no Brasil, por exemplo). Felizmente isso acabou.

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Euro Cristiano Ronaldo Hungria Bruno Fernandes CR7 Brasil Diogo Jota Bernardo Silva João Félix
Ver comentários