Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
7
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Marcos Perestrello

Uma decisão muito difícil

Os deputados terão que assumir a sua responsabilidade.

Marcos Perestrello 19 de Fevereiro de 2020 às 00:30
Os deputados são chamados a decidir se em Portugal passa a ser possível uma pessoa pedir a antecipação da sua morte, as circunstâncias em que o pode fazer e o modo como será cumprido o seu desejo.

Os deputados terão que assumir a sua responsabilidade. O resultado da votação da Assembleia da República assenta no conjunto de 230 decisões individuais que cada deputado vai tomar na sua consciência e independentemente da orientação, ou na falta dela, do seu partido.



Portugal questões sociais política parlamento saúde partidos e movimentos opinião Marcos Perestrello
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas