Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Maurício do Vale

Gestos de Padilla

Triunfo do matador no Campo Pequeno teve dois momentos especiais.

Maurício do Vale 8 de Outubro de 2016 às 00:30
O recente triunfo do matador Juan José Padilla no Campo Pequeno, em Lisboa, teve dois momentos especiais. Brindou a segunda faena ao retirado matador Ricardo Chibanga, em homenagem à sua carreira feita de sangue, suor e lágrimas.

Este levantou-se na bancada, tocando o coração, em agradecimento sentido. O público, ao reconhecer o toureiro de Moçambique, explodiu, também de pé, numa enorme ovação que emocionou até às lágrimas! No intervalo, Padilla viu na barreira a cavaleira Ana Rita. Logo se lhe dirigiu, beijando-lhe gentilmente a mão, ali trocando algumas palavras.

De certeza que recordou a corrida em Espanha, em que o matador lhe brindou uma faena após lide triunfal da cavaleira portuguesa! Ana Rita que é ignorada pelas empresas do seu País! Dois gestos de Padilla, para que conste e se não esqueçam... 
Juan José Padilla Campo Pequeno Lisboa Ricardo Chibanga Moçambique Ana Rita Espanha tauromaquia
Ver comentários