Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
1
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Miguel Alexandre Ganhão

50 mil pastas dos judeus sefarditas que a Judiciária tem de analisar

Os documentos estão guardados nas instalações da PJ em Lisboa.

Miguel Alexandre Ganhão(miguelganhao@cmjornal.pt) 7 de Maio de 2022 às 00:30
A tarefa hercúlea que Luís Neves, diretor nacional da Polícia Judiciária (PJ), e Saudade Nunes, responsável pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC), têm pela frente, no processo da naturalização dos judeus sefarditas, pode ser avaliada pelo resultado de uma só diligência: a realização de buscas a vários membros da direção da comunidade israelita do Porto, de que resultou a detenção do seu líder máximo, o rabino Daniel Litvak, e a apreensão de mais de 50 mil pastas, que se encontram guardadas na sede da Judiciária em Lisboa.



Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
}