Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
1
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Miguel Alexandre Ganhão

As ‘operações negras’ do Fisco

Lisboa tem um responsável em substituição há quatro anos. O Porto ficou sem diretor.

Miguel Alexandre Ganhão(miguelganhao@cmjornal.pt) 10 de Junho de 2019 às 00:30
O que está a acontecer à Autoridade Tributária (AT) desde a célebre operação stop de Valongo (e já agora a título de esclarecimento, o camião que transportava os cavalos pertencia a um contribuinte com uma dívida em execução fiscal na ordem dos 200 mil euros) começa a dar que pensar.

Em primeiro lugar as duas principais direções-gerais do País, responsáveis por mais de 50% da receita fiscal global, ficaram sem diretores nomeados.



Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
CM+
O Correio da Manhã para quem quer MAIS conteúdos e vantagens
Assine já 1 mês/1€
  • Todo o conteúdo exclusivo sem limites nem restrições.
  • Acesso a qualquer hora no site ou nas apps.
  • Acesso à versão do epaper na noite anterior.
  • Clube CM+ com vantagens e ofertas só para assinantes