Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Miguel Azevedo

Em memória de Ribas

Influente... Ainda me recordo da primeira vez que vi os Tara Perdida.

Miguel Azevedo 27 de Junho de 2015 às 00:30
Foi no início, corria talvez o ano de 1996, e se não me engano ainda o Cró estava no grupo. Sim, também fui um daqueles que foi a correr à primeira oportunidade, curioso para ver a nova banda do Ribas. De lá para cá acompanhei o percurso do grupo, um percurso sempre personalizado, sem fazer cedências. Fui dando notícias deles, dos concertos, dos discos e dos feitos, ainda sem adivinhar que as palavras ‘Ribas’ e ‘morte’ alguma vez pudessem vir a ser escritas por mim na mesma frase. Sim, porque como diz o seu eterno ‘camarada’ Ruka nas páginas que se seguem, "ele nem sabia o quanto era influente para os outros".

Ladrões do tempo... Quatro anos depois de terem gravado a música ‘Mora na Filosofia’, tema celebrizado por Caetano Veloso, os Ladrões do Tempo (uma espécie de super grupo formado pelos músicos Zé Pedro, Tó Trips, Samuel Palitos, Paulo Franco e Dony Bettencourt) voltam a quebrar o silêncio com um novo tema, ‘Rua’. O vídeo já pode ser visto e antecipa finalmente o lançamento do disco de estreia, apontado para o próximo mês de setembro.

Imperdível... A Casa da Música recebe, pela primeira vez no Porto, o concerto de homenagem a Bernardo Sassetti. Em palco, amanhã, João Paulo Esteves da Silva vai interpretar a solo temas recolhidos nos álbuns ‘Motion’, ‘Ascent’ e ‘Indigo’, mas também ‘Pescaria’, a única composição para o formato de big band da autoria de Sassetti, que juntará João Paulo Esteves da Silva à Orquestra Jazz de Matosinhos (OJM). Na segunda parte, o pianista sai de cena e a OJM é levada ao mundo de Sassetti pelas mãos dos músicos Filipe Melo, Daniel Bernardes, Iuri Gaspar e Carlos Azevedo.
opinião miguel azevedo música cultura ribas
Ver comentários