Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
6
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Miguel Guimarães

Que medidas?

Necessitamos, com urgência, de uma reforma estrutural do SNS.

Miguel Guimarães 4 de Agosto de 2022 às 00:30
Foi promulgado o novo estatuto do SNS do Governo, numa tentativa de acelerar soluções para a crise que se vive nos hospitais. No entanto, o estatuto em si não passa de mais uma medida que precisa de outras medidas (regulamentação)! O que necessitamos, com urgência, é de uma reforma estrutural do SNS. Não precisávamos de um novo estatuto do SNS para iniciar a sua transformação.

Já podíamos e devíamos ter avançado com reformas a vários níveis. Reformas centradas na valorização do capital humano e num novo modelo de gestão. Nos hospitais e nos centros de saúde. Para que cada cidadão possa ter médico de família e acesso a cuidados de saúde em tempo clinicamente aceitável. P

ara que as unidades de saúde tenham autonomia e gestão flexível, com responsabilidade e orçamentos reais e não suborçamentos, com capacidade para contratar profissionais e comprar equipamentos, e adaptar respostas às necessidades da população, com ou sem cooperação com outras unidades de saúde públicas ou privadas. Em 2017 deixámos vários alertas para a falta de médicos.

E lembrámos que Portugal tem cerca do dobro dos médicos que existem no SNS. O que fez o Ministério da Saúde desde então?
SNS Governo saúde política governo (sistema) executivo (governo)
Ver comentários