Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Nuno Tiago Pinto

Falar com a parede

Ao ir a Moscovo, Guterres sabia que não ia parar a guerra.

Nuno Tiago Pinto 29 de Abril de 2022 às 00:30
António Guterres é um homem de diálogo. Enquanto primeiro-ministro de Portugal, destacou-se no palco europeu pela capacidade de fazer pontes e encontrar um mínimo denominador comum entre os líderes sentados à mesa do Conselho Europeu. Quando era Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados, exigia às suas equipas no terreno que falassem com todas as partes de um conflito para garantir o acesso da organização aos mais vulneráveis.



Ver comentários