Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
4
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Paulo Fonte

Procissão ainda vai no adro

A decisão de calar para proteger o edifício religioso já está a ter consequências.

Paulo Fonte(paulofonte@cmjornal.pt) 10 de Agosto de 2022 às 00:30
As raposas continuam no galinheiro, para descrédito de uma instituição, a Igreja Católica, merecedora de respeito por todo um trabalho em favor dos mais fracos. A decisão de calar para proteger o edifício religioso já está a ter consequências, resta a Justiça dos Homens atuar em conformidade com o que for descoberto.



Igreja Católica Justiça dos Homens religião economia negócios e finanças
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas