Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
3
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Paulo João Santos

Teste pascal

Ou cumprimos as regras, ou voltamos à casa de partida.

Paulo João Santos 3 de Abril de 2021 às 00:33
A segunda fase do desconfinamento, que arranca segunda-feira, é um passo decisivo para o início da recuperação económica. É natural que o número de novos casos aumente, fruto de uma maior mobilidade, mas é importante que o nível de contágio se mantenha dentro de parâmetros aceitáveis. Desta vez não podemos falhar, não podemos facilitar, cabendo a cada um de nós a responsabilidade de contribuir para o todo.

Não é, ainda, a abertura desejada. Há setores vitais para a economia cuja atividade vai permanecer limitada, como a restauração, a hotelaria, o turismo. E nem tudo obedece à lógica, ao bom sendo, há restrições que não se entendem, não se percebem, mas é o que temos. E se não formos capazes de cumprir depressa voltamos à casa de partida.

A Páscoa é um bom teste à nossa capacidade de não nos deixarmos cair em tentações. Lembremo-nos que foi por isso que o Homem foi expulso do Paraíso, quando Eva não resistiu a trincar o fruto proibido.

Estamos a anos-luz do Jardim do Éden, mas não tanto das portas do Inferno, que a pandemia abriu. Um passo em falso e ficamos todos chamuscados.
economia negócios e finanças economia (geral) política questões sociais
Ver comentários