Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
3
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Pedro Mourão

O quê?

Há cultura de empenho e trabalho nos nossos tribunais.

Pedro Mourão 23 de Julho de 2016 às 00:30
Os tribunais têm mês e meio de férias? Os que trabalham nos tribunais sabem que férias judiciais quer dizer que durante mês e meio, de meados de julho ao fim de agosto, os tribunais se encontram encerrados. Apenas durante esse período não param os processos que a lei considera urgentes e cada vez mais em número considerável, como por exemplo aqueles que se reportam a menores ou a presos, assegurados por profissionais de turno. Todos os que trabalham dentro dos tribunais, sejam juízes, procuradores ou oficiais de justiça, apenas gozam as férias como um outro qualquer trabalhador. No entanto, foi demagogicamente criada e alimentada a ideia de que estes profissionais usufruíam do período de férias judiciais. Recorda-se um discurso de investidura de um primeiro- -ministro no parlamento que prometia acabar com as férias judiciais! Há a acrescentar a cultura de empenho e trabalho que se respira de há muito nos nossos tribunais. Recordo a experiência de requisição de trabalhadores públicos de área distinta e tida como patamar superior até pelos diferenciados vencimentos, que nos tribunais não aguentaram mais de 3 meses, regressando progressivamente à origem. Olhem com seriedade a vida porque, como alguém dizia, ela começa quando se compreende que não dura muito...
Pedro Mourão opinião
Ver comentários