Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
9
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Ricardo Ramos

Ela só queria ir ao futebol

Sahar Khodayari só queria ir à bola.

Ricardo Ramos 11 de Setembro de 2019 às 00:30
Sahar Khodayari só queria ir à bola. Adepta do Esteghlal, um dos principais clubes de Teerão, tinha o sonho de ver ao vivo os seus ídolos, gritar por eles e celebrar os golos no estádio. O único problema era ser mulher no Irão, o único país do Mundo onde as mulheres ainda não podem ir ao futebol.

Em março, Sahar, de 30 anos, encheu-se de coragem, vestiu-se com as cores do seu clube, tapou o cabelo com uma peruca azul e tentou entrar no estádio fazendo-se passar por um homem.



Sahar Khodayari Esteghlal Teerão Irão Mundo desporto futebol
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas