Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
6
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Ricardo Tavares

Sporting... à Benfica ou... à FC Porto

Sportinguistas não admitem que pensem que são estúpidos.

Ricardo Tavares 5 de Novembro de 2016 às 01:45
Bruno de Carvalho em vez de aproximar os sportinguistas, como lhe compete, afasta-os. Sustenta o conflito interno. Divide os sócios – os bons e os maus, ou seja, os que nem precisam de acenar com a cabeça e os insatisfeitos, que não concordam com o discurso ou discordam da propaganda.

Os sportinguistas mais ferrenhos podem fechar os olhos à doentia obsessão de Bruno de Carvalho pelo velho rival, podem fazer de conta que sabem a quem se refere, podem fingir que não percebem o nervosismo do seu presidente ou, se preferirem, a necessidade de o ver marcar terreno para umas eleições de que até agora não se ouvira falar. Mas não toleram que lhes chamem "híbridos telecomandados".

Os sportinguistas não consentem que não os conheçam, não admitem que pensem que são estúpidos. E tanto direito têm a pensar pela sua cabeça que, hoje, mesmo que vissem – não veem – uma oposição organizada, votariam esmagadoramente em... Bruno de Carvalho.

Por isso, não há motivo para o presidente leonino estar preocupado. Mas, insisto, mesmo que surgissem alternativas à sua legítima recandidatura, teria de se lembrar que, afinal, quem não deve não teme.

Bruno de Carvalho, que tanto gosta de dizer que só há um clube grande, o ‘seu’, devia, inclusive, regozijar-se por no Sporting não se realizarem eleições... à Benfica ou... à FC Porto.
Bruno de Carvalho Sporting Benfica FC Porto desporto futebol
Ver comentários