Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
3
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Ricardo Valadas

Investir na Judiciária

A PJ recuperou para o Estado centenas de milhões de euros nos últimos anos.

Ricardo Valadas 22 de Maio de 2016 às 00:30
Decorreram recentemente, em Lisboa, as jornadas sobre o ‘Crime de Corrupção: Aspetos Penais e Processuais Penais e Prática Judiciária’. O evento contou com a presença de várias personalidades ligadas ao mundo da Justiça - onde esteve também representada a PJ –, destacando-se a Srª Procuradora-Geral da República, que defendeu em particular o reforço do capital humano e material na Polícia Judiciária. No que concerne ao fenómeno da criminalidade económico-financeira, a PJ, no decurso das suas investigações, tem, nos últimos anos, recuperado ao Estado e interditado a perda e fuga de centenas de milhões de euros. A dedicação, elevação e trabalho de poucos são profundamente relevantes também para a economia de um País que se quer justo e que se diz protetor dos seus contribuintes, que tanto sofrem com a atual carga fiscal. Perante tal, é caso para se afirmar que, "em perigos e guerras esforçados; mais do que prometia a força humana" (citando Luís V.
Camões), a PJ é hoje um necessário e importante investimento para a recuperação e combate à delapidação da riqueza do nosso País. Investir no recrutamento e seleção de pessoal para a PJ é investir no bem-estar e segurança dos nossos concidadãos.
Ricardo Valadas opinião
Ver comentários