Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
7
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Tânia Laranjo

A menina invisível

A Justiça apenas poderá punir dois dos intervenientes. Ficarão de fora, para sempre, todos os outros que até nos silêncios tanto mal fizeram a Valentina.

Tânia Laranjo 18 de Fevereiro de 2021 às 00:31
Valentina sempre foi invisível. Para um pai e uma madrasta que a obrigaram a dormir na sala durante meses, que a transformaram na gata borralheira que só servia para ir aos recados.

Para uma mãe que a atirou para uma família com quem mal tinha laços afetivos, para outros tantos familiares que reconheceram que há anos que não viam a criança.



Valentina menina invisível morte tragédia
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas