Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
8
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Tânia Laranjo

Os cadáveres e o milagre da multiplicação

Carlos Pinto de Abreu pediu a detenção dos jornalistas à porta do Tribunal Central de Instrução Criminal.

Tânia Laranjo 28 de Novembro de 2019 às 00:30
Com as vestes do Estado Novo, Carlos Pinto de Abreu, um ilustre advogado que chegou a dirigente da Ordem, pediu a detenção dos jornalistas que à porta do Tribunal Central de Instrução Criminal noticiavam o interrogatório de Carlos Santos Silva. Qual Salazar renascido, o digníssimo causídico recuou há 52 anos e tentou repetir a História.



Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
}