Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
5
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Teófilo Santiago

Sempre

João melo tinha apenas 29 anos e era um investigador íntegro e corajoso.

Teófilo Santiago 25 de Janeiro de 2020 às 00:30
passa hoje mais um ano desde aquela maldita tarde de 25 de janeiro de 2001 em que bandidos/assassinos emboscaram e metralharam sem piedade uma equipa de investigadores da PJ, ferindo de morte o Inspetor João Melo e colocando-se em fuga - como sempre fazem os cobardes.

O Inspetor João Melo tinha apenas 29 anos, era um Homem simples e filho extremoso, um amigo solidário e um investigador íntegro, competente e corajoso. Quando o grito "mataram o João Melo" ressoou pelos corredores da PJ/Porto e pela cidade não houve companheiro que não tenha ocorrido célere ao edifício da Polícia Judiciária em Pereira Reis, exigindo que lhe fosse atribuída tarefa na missão de capturar os assassinos. Era o abraço emotivo de todos ao companheiro e amigo!

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
João Melo PJ/Porto interesse humano questões sociais crime lei e justiça julgamentos morte
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
CM+
O Correio da Manhã para quem quer MAIS conteúdos e vantagens
Assine já 1 mês/1€
  • Todo o conteúdo exclusivo sem limites nem restrições.
  • Acesso a qualquer hora no site ou nas apps.
  • Acesso à versão do epaper na noite anterior.
  • Clube CM+ com vantagens e ofertas só para assinantes