Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
1 de Maio de 2011 às 00:30

Às centenas, metem--se à estrada e lá vão pelo Coiro da Burra, por Santa Bárbara de Nexe até ao Ludo. O almoço é um grande piquenique debaixo do pinhal, com música, caracóis, muitos petiscos e algumas bebidas. Os mais jovens ainda fazem uns exercícios corpo a corpo (abarcas), outros tentam a sesta, até que no final da tarde toca a regressar.

A passagem em Santa Bárbara com música e alegria é um marco relevante, mas a apoteose começa no Coiro da Burra de tochas acesas até à entrada triunfal em Estoi. Aí está uma multidão a aguardar um colorido de sentimentos e de bairrismo ímpar. Vá a Estoi amanhã e terá ocasião de ver uma festa popular, de identidade genuína, de almocreves, de gente de trabalho que se orgulha das suas tradições. Será talvez a mais simpática festa das aldeias do Algarve.

Ver comentários