Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Manuel Catarino

Memória futura

As duas crianças vítimas do padre da Golegã ainda não foram ouvidas para ‘memória futura'.

Manuel Catarino 13 de Fevereiro de 2014 às 00:30
O Ministério Público acredita que duas menores de 11 e 12 anos foram ofendidas sexualmente pelo padre António Júlio Santos. O sacerdote foi detido, por finais do ano passado, e libertado por um juiz de Instrução Criminal com a obrigação de pagar uma caução de 3500 euros e manter-se longe dos concelhos da Golegã e de Torres Novas.



padre da Golegã crianças memória Torres Novas Ministério Público
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
C-Studio