Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

César Nogueira

O cerne da confusão

Este ano começou sem surpresas. Os processos de promoção foram concluídos e só alguns, de topo, se concretizaram. Ficaram por ver a luz as promoções dos Guardas, alegadamente por falta de cabimento orçamental.

César Nogueira 8 de Janeiro de 2012 às 01:00

A par disto, colocações na nova tabela remuneratória feitas de forma confusa e nada criteriosa vieram, de igual forma, prejudicar milhares de profissionais, já que em nenhum caso foi cumprida a lei, ou sequer foram pagos retroactivos com referência à vigência do diploma, Janeiro de 2010.

O princípio da discriminação negativa da classe profissional que mais está sujeita ao desgaste e ao perigo continua a imperar, mesmo conhecendo já o Governo a profunda desmotivação que sentem hoje estes elementos que, com um extraordinário profissionalismo e, por vezes, com condições de serviço inqualificáveis, têm garantido a segurança pública.

As reclamações individuais que têm sido apresentadas e a acção que a APG interpôs em tribunal são apenas indicadores do tremendo descontentamento sentido e que, muito em breve, certamente assumirá contornos públicos.

Ver comentários