Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Manuel Catarino

Os homens da mala

A corrupção em que vivem certos Estados – como a Guiné Equatorial – fez nascer uma nova classe de especialistas: advogados, embaixadores, ex-ministros e ex-banqueiros desenvolvem um lucrativo negócio de lavagem de dinheiro.

Manuel Catarino 4 de Fevereiro de 2014 às 00:30
Se um ditador de um desses Estados tem uns milhões para tirar do País e pôr a salvo no estrangeiro – um desses beneméritos tem certamente a solução. Teodoro Obiang, o autocrata há 35 anos no poder da Guiné Equatorial, acaba de investir 130 milhões na capitalização do Banif. O banco agradece, o ditador ‘lava’ dinheiro sujo – e o homem da mala recebe pelo menos três por cento do valor que ajuda a transportar.



banif homem da mala corrupção guiné
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
C-Studio